Ouça agora na Rádio

N Notícia

© REUTERS / Mohamed Abd El Ghany

FOTO: © REUTERS / Mohamed Abd El Ghany

Autoridades egípcias revelam natureza do líquido vermelho do sarcófago negro 'amaldiçoado'

O secretário geral do Conselho Supremo de Antiguidades do Egito, Mustafa Waziri, descartou os rumores indicando a origem do líquido avermelhado encontrado no interior do sarcófago negro, aberto na semana passada.

Informações compartilhadas Sputnik Brasil

Segundo Waziri, o desconhecido líquido acumulado em torno de três múmias descobertas no antigo sarcófago não é "suco para múmias que contém um elixir de vida", tão pouco "mercúrio vermelho".

"Os especialistas pegaram amostras deste líquido para analisá-las e descobrir seus componentes", disse Waziri, citado pela agência Sky News Arabia. As amostras confirmaram que se tratava de águas residuais que entraram no sarcófago através de uma fenda e obtiveram cor vermelha após se misturarem com seu conteúdo.

A explicação do Conselho Supremo de Antiguidades do Egito surgiu em meio a crescentes rumores em torno das supostas qualidades "mágicas" do "elixir do sarcófago negro amaldiçoado".

Uma petição no site change.org, intitulada "deixem as pessoas beber o líquido vermelho do sarcófago negro" ganhou mais de 17 mil assinaturas. O criador da petição apela para fazer do líquido uma espécie de bebida energética carbonatada para que as pessoas "possam absorver sua força e finalmente morrer".

O sarcófago negro foi encontrado por trabalhadores durante a construção de um prédio residencial a uma profundidade de cinco metros. A descoberta provocou uma onda de suspeitas e rumores sobre seu conteúdo e origem. Os internautas até pediram para não abrir a tumba por temer que o sarcófago contivesse uma "maldição" para a humanidade.

FONTE: SPUTNIK BRASIL
Link Notícia

Leia também