Ouça agora na Rádio

N Notícia

Reprodução/UFC/YouTube

FOTO: Reprodução/UFC/YouTube

Junior Cigano volta ao octógono com vitória dominante sobre Ivanov no UFC Boise

Após 14 meses afastado, ex-campeão triunfa por pontos e desafia Miocic

Informações compartilhadas Superesportes

Ex-campeão do peso pesado, Junior ‘Cigano’ dos Santos voltou a vencer no Ultimate Fighting Championship. Protagonista do UFC Fight Night 133, em Boise, nos Estados Unidos, o brasileiro dominou o búlgaro Blagoy Ivanov na luta principal do card, na madrugada deste domingo (horário de Brasília) e triunfou por decisão unânime dos juízes (triplo 50/45).

Esta foi a 19ª vitória em 24 lutas na carreira de Junior Cigano. O catarinense vinha de derrota para Stipe Miocic em disputa pelo cinturão dos pesados, em maio de 2017. Ele ainda ficou afastado pela USADA por seis meses devido a uma acusação de doping, na qual foi inocentado. O ex-campeão agora  deve subir no ranking da categoria até 120kg – atualmente, ocupa a oitava colocação.

Em entrevista ainda no octógono, Cigano elogiou Ivanov, explicou a estratégia para a luta e projetou trilogia contra o também ex-campeão dos pesados, Stipe Miocic, que acabara de perder o cinturão para Daniel Cormier, há uma semana, no UFC 226.

“Eu fiquei muito tempo sem lutar. Passei um ano parado. Eu enfrentei Miocic, depois passei mais um ano parado e enfrentei este cara muito duro. Obrigado, Ivanov, você merece estar no UFC. Você normalmente não solta jabs contra caras canhotos, porque eles são bons em contra-atacar esse golpe, mas eu achei espaço para eles, e o resultado veio naturalmente. Eu estarei ainda melhor na próxima luta. Não sei o que virá a seguir, mas uma revanche contra Stipe Miocic seria muito bem-vinda”, declarou o lutador de 34 anos, que venceu por pontos o primeiro encontro com o norte-americano, em dezembro de 2014, antes de perder a revanche por nocaute, em apenas 2min22seg de luta.

Já Blagoy Ivanov, que estreou no UFC, sofreu a segunda derrota em 19 apresentações na carreira. Ex-campeão do World Series of Fighting (WSOF), ‘Baga’ vinha de cinco triunfos consecutivos no cartel.
 
A luta - Cigano controlou a distância e utilizou bem o boxe, com jabs e cruzados. Ivanov tentava os contra-golpes. O brasileiro teve um susto no terceiro round ao receber um cruzado em cheio no rosto. No entanto, Cigano manteve o domínio e garantiu o triunfo por pontos ao final dos cinco assaltos. Com o resultado, ele se tornou o terceiro lutador na história da divisão dos pesados com mais vitórias no UFC – está  atrás apenas de Andrei Arlovski e Frank Mir, ambos com 16.

Outros brasileiros em Boise

Entre os demais brasileiros do evento, uma vitória e uma derrota. Pelo peso mosca feminino, Jennifer Maia perdeu para a norte-americana Liz Carmouche por decisão unânime dos juízes (30/27, 30 /27 e 29/28). Já Raoni Barcelos nocauteou o norte-americano Kurt Holobaugh no terceiro round e levou o bônus de US$ 50 mil (cerca de R$ 192 mil) pela melhor luta da noite, assim como o adversário.



Veja os resultados completos do UFC Boise

Card principal
Junior Cigano venceu Blagoy Ivanov por decisão unânime
Sage Northcutt venceu Zak Ottow por nocaute técnico aos 3m13s do 2º round;
Rick Glenn venceu Dennis Bermudez por decisão dividida
Niko Price venceu Randy Brown por nocaute a 1m09s do 2º round;
Chad Mendes venceu Myles Jury por nocaute técnico aos 2m52s do 1º round;
Cat Zingano venceu Marion Reneau por decisão unânime

Card preliminar
Alejandro Perez venceu Eddie Wineland por decisão unânime
Alexander Volkanovski venceu Darren Elkins por decisão unânime
Said Nurmagomedov venceu Justin Scoggins por decisão dividida
Raoni Barcelos venceu Kurt Holobaugh por nocaute técnico aos 1m29s do 3º round;
Liz Carmouche venceu Jennifer Maia por decisão unânime
Mark De La Rosa venceu Elias Garcia por finalização (mata-leão)aos 2m do 2º round;
Jessica Aguilar venceu Jodie Esquibel por decisão unânime

FONTE: Super Esportes
Link Notícia

Leia também